Milho: Bolsa de Chicago inicia semana com leves quedas

As principais cotações registravam desvalorizações entre 0,25 e 0,50 pontos negativos por volta das 08h57 (horário de Brasília)

A semana começa com os preços internacionais do milho apresentado leves quedas, próximas da estabilidade, na Bolsa de Chicago (CBOT). As principais cotações registravam desvalorizações entre 0,25 e 0,50 pontos negativos por volta das 08h57 (horário de Brasília). O vencimento março/19 era cotado a US$ 3,77 e o maio/19 valia US$ 3,86.

Segundo análise de Bem Potter da Farm Futures, os preços do milho encerram a semana passada com ganhos moderados em algumas compras técnicas, estimuladas pela força dos transbordamentos de soja e trigo. Já as ofertas de base de milho foram na maior parte firmes, subindo de 1 a 3 centavos acima em várias localizações do meio-oeste americano. Uma usina de etanol de Illinois provou a exceção à regra, inclinando-se 8 centavos abaixo para fechar a semana.

Confira como fechou o mercado na última sexta-feira:

Milho: Semana encerra com preços em alta na Bolsa de Chicago

Mantendo a tendência apresentada durante todo o dia, os preços internacionais do milho encerraram a sexta-feira (01) registrando altas na Bolsa de Chicago (CBOT). As principais cotações apontaram valorizações entre 1,75 e 2 pontos. O vencimento março/19 era cotado a US$ 3,78 e o maio/19 valia US$ 3,87.

Segundo análise de Bryce Knorr da Farm Futures, os preços do milho ficaram um pouco mais altos, mantendo março no meio de um intervalo de aperto e tentando voltar para cima de sua média móvel dos últimos 50 dias. As vendas de exportação de 69 milhões de bushels reportadas na quinta-feira foram para a semana de 20 de dezembro, quando o USDA iniciou um processo de atualização mensal de dados bloqueado pela paralisação do governo. Os compromissos totais aparecem no caminho certo para cumprir a previsão do USDA, embora a produção de etanol em novembro tenha diminuído 2% em relação ao ano anterior.

Mercado Interno

Já no mercado interno, a maioria das cotações permaneceram estáveis e sem movimentações nesta sexta-feira. Em levantamento realizado pela equipe do Notícias Agrícolas, apenas as praças de Assis/SP e Cascavel/PR registraram valorizações de 1,52% e 1,64% com preços de R$ 33,50 e R$ 31,00 respectivamente. Já as praças de Campinas/SP e Sorriso/MT apresentaram desvalorizações de 1,24% e 7,69% e preços de R$ 39,89 e R$ 18,00 respectivamente.

De acordo com a XP Investimentos, a semana termina com o mercado de milho de lado e pouca comercialização. O avanço da colheita de soja no Sul e Centro-Oeste inflacionou os fretes, impedindo a entrada de milho tributado em São Paulo. Com as ofertas restritas ao diferido, intermediários e silos passaram a testar preços maiores. Indústrias e granjas voltaram a se retrair, comprando a conta gotas. A esperança destes é que a colheita local avance rapidamente no início de fevereiro e garanta uma oferta robusta.

Fonte: Portal do Agronegócio

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here